Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Que Amor É Este

"without music life would be a mistake" Friedrich Nietzsche

Que Amor É Este

#14 Álbuns da Casa (1)

 Arcade Fire - Reflektor (2013)

Nota: 9.8/10 (Nove ponto Oito em Dez)

 

Este álbum, tal como toda a discografia da banda é uma das coisas que mais vezes toca cá por casa e fazia todo o sentido começar por aqui, e falar um bocadinho sobre o meu amor pelos Arcade Fire.

Primeiro, porque os Arcade são (embora me seja difícil escolher A Banda) muito provavelmente a minha banda preferida, segundo, embora eu seja suspeito para falar gosto imenso do Reflektor... O álbum sofreu imensas criticas na altura ou pela mudança de sonoridade ou pelas influencias de James Murphy, ou por acharem que o mesmo não estava a altura dos antecessores... Muitas vezes e principalmente nos dias que correm os álbuns ficam sempre marcados ou são muitas vezes classificados pelas vezes que passam na radio, ou o quão comercial e repetitivos são ou então se tem o tal single orelhudo que fica preso a cabeça e passa em loop, mas que se esgota ao fim de alguns dias (ou horas) senão por vezes são quase marginalizados pela generalidade das pessoas. Os arcade não são anda disto... nunca foram, nunca serão, traçam o seu proprio caminho e vão por onde as influencias os levam, são para mim sempre uma lufada de ar fresco, numa industria musical que cada vez só pensa em lucro e nos tenta vender sempre a mesma coisa só que com caras diferentes. Reflektor não tem nada a ver com o The funeral nem com o Neon Bible (embora as influencias estejam lá) é um nova fase.

Eu acho todo o álbum soberbo, são os Arcade Fire a fazer aquilo em que são brilhantes, mantendo influencias e referencias criaram um álbum distinto de todos os outros mas cheio de letras e ritmos cheios de sentimento e de simbolismo. Não será melhor nem pior que os anteriores, é diferente, todos eles são incríveis da sua própria maneira. Reflektor mantêm aquele toque de midas a que os Arcade já nos habituaram, e este reflektor não desilude e merece ser ouvido (e visto).

A ouvir em loop:

Reflektor  //We Exist //Here Comes The Night Time //Normal Person

Its Never Over //Afterlife //Supersymmetry //You Already Know

3 comentários

Comentar post